HISTÓRIA DO CENTRO

O Centro Social São Cristóvão de Nogueira da Regedoura é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) que presta apoio educativo e social. Iniciou a sua atividade a 01/11/1992 com uma resposta social, o ATL (Atividades de Tempos Livres), a funcionar em instalações cedidas pela Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia.

Os membros diretivos demonstraram interesse na construção de raiz de um equipamento para abertura de novas respostas sociais que, embora inscrito no projeto PIDDAC/2000, o seu financiamento só foi considerado em 2001, ano em que as obras tiveram início. A respetiva obra obteve acordo de cooperação com o Instituto de Segurança Social em 2006, ano de conclusão da construção, para as respostas sociais Creche com capacidade para 40 utentes, um Centro de Dia com capacidade para 30 utentes e um Serviço de Apoio Domiciliário com uma abrangência de 20 utentes, completando a única resposta social já existente, o CATL, com capacidade para 40 crianças. Em Abril de 2009 iniciaram as diligências para abertura do ensino Pré-escolar, a qual foi protocolada com o Instituto de Segurança Social e o Ministério da Educação no mês de Julho do mesmo ano com capacidade para 44 utentes, embora atualmente apenas comparticipam 22 crianças, aguardando cabimento orçamental para as restantes.

Devido às alterações no ensino público e à consequente diminuição do número de crianças, esta Instituição não conseguiu suportar as despesas inerentes à valência CATL e foi “obrigada” a encerrar esta valência em Outubro de 2013.

Entretanto, sempre com novas perspetivas, temos em poder um projeto para a construção de um Lar de Idosos, afeto às instalações existentes, aprovado em 2009 pelas entidades competentes. Esta pretensão, infelizmente, foi reprovada por esta se desenvolver dentro de zona “non aedificandi”.

Dada a posterior análise do assunto, solicitou-se a reapreciação do processo no âmbito da Direção do Planeamento à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira que, perante isto, no ano de 2012, diligenciou junto do Instituto de Infraestruturas Rodoviárias (INIR) que acabou por concluir que a viabilidade da pretensão não trazia qualquer inconveniente.

Atualmente, este projeto aguarda cabimento orçamental público e privado.

ORGÃOS SOCIAIS - 2020 - 2024

Belmiro Amorim Ferreira de Couto – Presidente

Gustavo André Magalhães – Vice-Presidente

Diana Andreia do Couto Mota – Tesoureiro

Lucília de Los Angeles Reis – Secretária

Tiago Filipe Pedrosa – Vogal

 

ORGÃOS SOCIAIS - 2016 - 2020

Joaquim da Silva Maia – Presidente

Belmiro Amorim Ferreira de Couto – Vice-Presidente

Elisa Fátima Rocha Ribeiro Martins – Tesoureiro

Lucília de Los Angeles Reis – Secretária

Daniel da Silva Cruz – Vogal

 

© 2018 Centro Social São Cristovão